sábado, 21 de maio de 2011

Bispo Macedo afirma durante culto que bebe cerveja e causa polêmica. Confira o vídeo da pregação




Durante o chamado “Santo Culto” da Igreja Universal, gravado no dia 30 de Janeiro e postado o áudio no Youtube, o bispo Edir Macedo confessa que bebe cerveja. No sermão, o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus falava sobre a diferença entre a fé e a religião, dizendo que a religião impõe restrições e obrigações, mas a fé não.

No áudio, gravado em baixa qualidade mas contendo todos os trejeitos das pregações do Bispo, Macedo afirma: “Deus nos deu a fé para que a gente decida o que é melhor pra nós. Não tem nada a ver com religião. A religião evangélica proíbe beber vinho, é ou não é? Mas eu bebo o vinho, eu bebo um cálice de vinho. A religião proíbe beber cerveja, mas eu bebo cerveja quando eu estou com vontade eu bebo e acabou! E quem é que vai me dizer pra eu não beber?”, disse.

Ciente do peso de suas palavras, Edir Macedo afirma que o fato dele beber não pode ser levado em conta para que outras pessoas façam o mesmo. “Eu não estou dizendo pra você beber ou não beber. Isso é problema seu! A sua fé é quem tem que dirigir a sua vida e não a minha fé”.

Já prevendo o escândalo que suas declarações causariam ele diz: “A fé que Deus nos dá faz a gente ser livre!” No final do trecho divulgado o bispo ainda diz em tom de brincadeira “se beber não dirija”.




Em outras pregações com o mesmo tom enfático, o Bispo também já causou polêmica ao afirmar que pastores com mulheres preocupadas com a Obra não conseguem fazer a igreja crescer porque as esposas seriam uma pestinha como “um piolho no saco do Pastor”. 

No Youtube comentários sobre a nuance da voz que começa normal e depois fica alternando entre grave e média dominam a a página do vídeo, porém técnicos já analisaram e afirmaram que o problema é devido a baixa qualidade do gravador utilizado para registrar o áudio, porém em todo o som a é a voz do Bispo Edir Macedo só que mais grave.

Prevendo a polêmica o Bispo publicou dias depois em seu blog um texto falando ainda mais sobre o tema fé e religiosidade, reforçando que a “comunhão com Deus só é possível na base espiritual”. Macedo também afirmou que “o primeiro e maior objetivo das religiões é barrar a entrada de pessoas pensantes no Reino de Deus. Em seguida, manter os já “fisgados”, acomodados na fé emotiva”.

Nos cultos da Igreja Universal não é possível utilizar câmeras de vídeo, por isso é comum fiéis da igreja utilizarem gravadores para registrarem as pregações do Bispo Macedo e poderem ouvir novamente depois.

Fonte: Net/G1gospel








2 comentários:

Paulo César disse...

Oi amado a paz do Senhor, já ouvi esse áudio, porem tive a desconfiança que era uma montagem, não posso afirmar com certeza que todas as palavras são dele porque existe uma mudança de voz derrepente,quase todos na igreja universal tem a voz igual, por isso posso afirmar se é ele.

Porem vamos ficar vigilante, pode ser verdade, e se for vai ser um escândalo, que Deus tenha misericórdia do tal.


Fica com Deus.

Anónimo disse...

Já fui pastor da iurd durante 7 anos, e ouve uma reunião em belo horizonte onde o Bispo Gonçalves, mandou ficar de pé os pastores que bebiam, e ai demorou um pouco mais alguns levantaram, isso sem contar aqueles ki ficaram sentados ne? e ele disse que apartir daquele dia estava proibido beber, devido a um pastor que foi visto por membros tomando cerveja em um local.e comentou ki o bispo macedo bebia vinho, porem não era para bebermos. depois ficavamos comentando assiM: uAI desde quando foi liberado bebeer? e outra sera que os beberrões relamente vão parar? agora ainda mais com esse relato dele, acho que agora ele tem mais adeptos a bebedice. Muitos pastores na iurd bebem cerveja mas não falam isso no altar, por isso sai de la! E as reuniõs de pastores e somente para cobrança nada mais. e tem mais historias, agora eles estão com cuidado para tirar os pastores da obra devido a Igreja Mundial, agora estão somente, punindo e transferindo, tenho muitos amigos lá, que estão dando graças a Deus pela Igreja Mundial.